quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013

UM CASAL REVOLUCIONÁRIO EM ITAPIRA

Trazemos hoje a história de um casal revolucionário em todos os sentidos!
João de Deus Vieira de Alvarenga (*08/03/1905 +24/07/1989) e Agostinha Moraes de Alvarenga
(*16/01/1914 +16/05/2004). João era fazendeiro em Itapira, trabalhava com plantação de laranjas. Possuía uma grande porção de terra onde hoje encontra-se a região da Rodoviária Municipal de Itapira, até as ruas próximas da igreja de São Benedito. Em 32, João se alistou para também lutar por São Paulo e representar Itapira na Revolução. Segundo o relato de seu filho, cujo nome é João de Alvarenga, seu pai lutou nas montanhas de Eleutério. Não soube porém, nos dizer em qual batalhão ele lutou. Pelo relato, possivelmente, João de Deus fez parte do Esquadrão de Cavalaria Chico Vieira.

Agostinha e João Alvarenga
 
Sua esposa, Agostinha Moraes de Alvarenga, grávida de seu primogênito, ficou na residência da família durante os dias de caos em Itapira. Juntamente com seu irmão, preparava café e comida para os soldados acantonados nas proximidades de sua casa. Mas, com o passar das semanas, a situação mudou.
João de Deus, como a grande maioria dos soldados paulistas que não morreram ou foram capturados, deixou a região de Itapira, com sua tropa, que possivelmente, se reagrupou na frente de Jaguarí (atual Jaguariúna). As tropas ditatoriais, já se aproximavam de Itapira. O desespero já começava tomar conta da população. Em uma decisão corajosa, Agostinha partiu para o front. Segundo seu filho, lutou na histórica batalha do Morro do Gravi.
Ainda há muito a se pesquisar, e muitas informações para serem confrontadas. Não sabemos se Agostinha partiu para o front "escondida", ou seja, se passando por homem, ou se simplesmente vestiu a farda e foi à luta. O Núcleo M.M.D.C. de Itapira "Cel. Francisco Vieira" continua em contato com seus filhos e filhas, em busca de maiores informações.

|ESTA PUBLICAÇÃO SE MANTERÁ ABERTA À FUTURAS EDIÇÕES ASSIM QUE NOVAS INFORMAÇÕES CHEGREM|.

Um comentário:

  1. Prezado confrade, ficar-lhe-ia muito grata se inserisse o 20º NC de Jundiaí nos seus links sugeridos.
    Desde já lhe agradeço pela gentil cordialidade.
    Saudações Constitucionalistas !!

    Presidente Ana Cristina Lazzati

    ResponderExcluir